Imbituva terá 1,4 mi para pavimentar ruas de bairro

Publicado em: 10/25/2017 - 13:57
Recursos conquistados pelo deputado Plauto estão liberados e a licitação já foi autorizada

O governo do Estado autorizou a licitação para a contratação da empresa que fará a pavimentação de ruas no Bairro Bela Vista em Imbituva. Os recursos, provenientes da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU), foram uma conquista do deputado Plauto Miró Guimarães Filho (DEM).

De acordo com o prefeito Bertoldo Rover (PSD), o asfalto vai favorecer, além dos moradores do bairro, os pais, professores e alunos da Escola Estadual Alcides Munhoz e também da APAE do município.

“Estou imensamente feliz em ter contribuído para essa benfeitoria, pois, ao assinar a documentação, percebi que as ruas a serem asfaltadas homenageiam pessoas pelas quais guardo um carinho, como a professora Dionice Taques”, comentou emocionado o deputado Plauto.

As ruas Professora Marlene Andrade, Pastor José Geremias dos Santos e Luiz Zanoni também receberão o pavimento. Além disso, as vias receberão calçadas com rampas para facilitar a locomoção de deficientes físicos, meio fio e sinalização.

Ao todo será necessário um investimento de R$ 1,4 milhão sendo que R$ 1,1 milhão sairá dos cofres do Estado a fundo perdido, ou seja, sem a necessidade de devolução. O restante do valor será a contrapartida da prefeitura.

“Estamos imensamente felizes com a atuação do deputado Plauto que já conseguiu para nós mais de R$ 4 milhões em obras sem custo nenhum para a prefeitura de Imbituva. Sem contar outros benefícios que o Plauto conquistou para a cidade. Agradeço também a atenção do governador Beto Richa que mesmo diante de muitas dificuldades não nega ajuda para o nosso município”, declarou Bertoldo. 

Mais Notícias

Em sessão solene, Assembleia Legislativa homenageia os 30 anos do Grupo RIC A solenidade foi proposta em conjunto pelos deputados Plauto Miró Guimarães e Ademar Traiano
Deputados pedem explicações sobre o Hildebrando de Souza Plauto Miró Guimarães e Márcio Pauliki enviaram ofício ao secretário Wagner Mesquita cobrando providências sobre superlotação e infraestrutura do prédio