SESP confirma 2ª CIA da PM no Santa Paula

Publicado em: 08/22/2017 - 16:51
A pedido dos deputados Plauto Miró e Márcio Pauliki, secretário recebeu outras reivindicações

  

Estão garantidos os recursos para a locação de um imóvel no bairro Santa Paula onde será instalada a 2ª CIA da Polícia Militar. A confirmação foi feita nesta terça-feira (22), pelo secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, durante uma audiência agendada pelos deputados Plauto Miró Guimarães Filho (DEM) e Márcio Pauliki (PDT).

 O secretário informou que o processo deverá ser rápido e que depende apenas da definição do imóvel. “Uma vez regularizada a documentação, a Companhia passará a operar”, declarou Mesquita.

 Para Plauto, a confirmação da criação da sede da Companhia é um sinal de que o governo está sensível às necessidades dos ponta-grossenses. “Estamos fazendo um grande esforço junto à Secretaria de Segurança, para contribuir ao máximo com a redução dos crimes na cidade. Estou na expectativa de que nos próximos dias tenhamos outras novidades nesse sentido”, disse.

 Segundo Pauliki, a união das forças parlamentares é fundamental para angariar melhorias à sociedade. “Atuamos visando o melhor para a sociedade. Esse é um passo muito importante para a segurança da cidade. Em breve, teremos mais novidades para esta área”, afirma o deputado.

 A região do bairro Santa Paula é uma das mais populosas de Ponta Grossa e congrega vários conjuntos habitacionais que foram surgindo após a instalação do Santa Paula I, há 38 anos. Com o tempo, muitas empresas se instalaram nas proximidades o que favoreceu o desenvolvimento econômico. Junto com os benefícios vieram os problemas. A região possui um alto índice de ocorrências policiais. A presença mais efetiva da PM deve contribuir na redução dos crimes.

 

Mais policiamento em Uvaranas

A audiência contou com as presenças dos vereadores Sebastião Mainardes – presidente da Câmara Municipal – Daniel Milla, Ezequiel Ferreira, João Florenal, Jorge Magalhães, Paulo Balansin e Roseli Mendes. Todos apresentaram pedidos e sugestões ao secretário.

 A ampliação dos módulos móveis da Polícia Militar para atuarem em Uvaranas foi uma das propostas apresentadas. Os vereadores Pastor Ezequiel e Florenal, explicaram a situação delicada que a população do bairro vem enfrentando. “São quase 100 mil pessoas que estão com medo da violência”, destacou Ezequiel. “Quase todo fim de semana são registrados dois ou três assassinatos. É alarmante”, completou Florenal.

 “Temos relatórios aqui que comprovam o que os vereadores estão dizendo. Vamos, com certeza, tomar providências”, declarou o secretário. Ainda durante a reunião Mesquita determinou que aos representantes das polícias civil e militar mobilizem as corporações para às ações necessárias.

 

Mais investimentos

Os representantes de Ponta Grossa também ouviram a confirmação de que os recursos para a construção da Casa de Custódia estão garantidos. E que a reforma da Cadeia Pública Hildebrando de Souza, com recursos provenientes de emendas dos deputados Plauto e Pauliki, vai ser iniciada.

Outra novidade é a destinação 250 novos carros para as sedes dos batalhões da PM. Os primeiros lotes de novos veículos liberados pelo governo do estado priorizaram os municípios menores. Todas as cidades do Paraná receberam, na média, entre uma e duas viaturas. Agora será a vez de equipar as cidades polos. Estima-se que ao menos seis veículos sejam entregues para cada Batalhão.

O secretário também confirmou que está em estudo, como ação de governo, a aquisição de carros especiais para os módulos móveis. Com isso, seria possível atender a reivindicação apresentada pelos vereadores de Ponta Grossa.

Mesquita elogiou a postura dos representantes de Ponta Grossa. Disse que “são pessoas razoáveis e sabem o que é possível o governo e a secretaria atenderem. Isso facilita muito no direcionamento de esforços para ajudar os policiais a darem uma resposta satisfatória para a população”.

 

Mais Notícias

Em sessão solene, Assembleia Legislativa homenageia os 30 anos do Grupo RIC A solenidade foi proposta em conjunto pelos deputados Plauto Miró Guimarães e Ademar Traiano
Deputados pedem explicações sobre o Hildebrando de Souza Plauto Miró Guimarães e Márcio Pauliki enviaram ofício ao secretário Wagner Mesquita cobrando providências sobre superlotação e infraestrutura do prédio